Onde você está:

CARROS ELÉTRICOS E IPVA – ENTENDA MAIS SOBRE ESSE MERCADO [2021]

Os carros elétricos são uma novidade no setor automotivo, e estão chegando com força no Brasil. Mas por ser algo relativamente novo, os veículos elétricos e híbridos ainda levantam muitas dúvidas.

Como funcionam? Mas e se molhar a bateria? Vale mesmo a pena? Quanto custa um carro elétrico? E a pergunta número 1, que vem gerando muita discussão nos departamentos estaduais: afinal, carros elétricos terão isenção de impostos? Para descobrir tudo isso e muito mais, continue acompanhando o artigo!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email
Share on facebook

O que são e como funcionam os carros elétricos?

Os carros elétricos surgiram com o propósito de serem veículos mais sustentáveis em comparação com os movidos a combustão e combustíveis fósseis. Eles fazem parte do grupo dos veículos denominados zero emissões, por não emitirem gases poluentes nem ruídos tão perceptíveis.  

Esses carros funcionam por meio de quatro componentes básicos:

  • Bateria – É recarregável e armazena toda a energia elétrica que será utilizada para fazer o carro se funcionar;
  • Inversor – Converte a corrente elétrica contínua em corrente alternada, que é levada até o motor de indução;
  • Motor de indução –  A eletricidade aciona os mecanismos do motor que faz as rodas girarem e o carro se mover;
  • Sistema de recuperação de energia – Essa é uma vantagem muito econômica em relação aos veículos à combustão! Esse mecanismo faz com que a energia que seria desperdiçada, ao frear o carro por exemplo, retorne para a bateria como eletricidade. 

Ok, esse é um papo de como funciona o carro elétrico é bem técnico, mas o que você precisa saber de verdade é que nos veículos elétricos, além de serem melhores para o meio ambiente, o uso da eletricidade permite que a energia seja melhor aproveitada, uma vez que o mecanismo do motor sofre menos atrito em comparação com o motor a combustível.

Beleza, mas quais são os tipos de carro elétrico?

Todo carro elétrico funciona por meio de eletricidade, mas alguns tipos podem incluir também o uso de combustíveis em algumas ações específicas. O tipos de veículos elétricos são:

  • Plug-in electric – Carros 100% elétricos, que utilizam baterias e podem ser recarregados em uma fonte;
  • Plug-in hybrid – Os famosos carros híbridos, que funcionam tanto com eletricidade quanto com combustível 
  • Hybrid electric – Carros predominantemente a combustível, mas que também funcionam com energia elétrica – mas diferente dos plug-in hybrid, não é possível carregá-los em uma fonte, a bateria é recarregada pelo sistema de recuperação de energia.

Como funcionam as baterias de um veículo elétrico?

Primeiramente, como os veículos elétricos ainda não são a maioria no Brasil e como o Gringo é o melhor amigo do motorista brasileiro, me sinto na obrigação de te dar uma dica que você consiga usar com o seu carrinho ainda hoje: olha só esse vídeo que preparamos com 6 dicas simples para poupar seu bolso e economizar combustível!  

Agora sim, podemos voltar às curiosidades dos carros elétricos. 

A bateria dos carros elétricos é feita de íon de lítio e composta de vários módulos. Se um dos módulos estiver menos eficiente que o outro, o sistema automaticamente balanceia as células e equilibra essa carga, assim não é necessário – como ainda não é possível – fazer a troca dos módulos. 

E claro, as baterias são recarregáveis. Não há um jeito mais recomendado, mas para fazer a recarga existem algumas formas, como eletropostos especializados, que fazem a recarga em cerca 40 minutos. Mas você pode escolher comprar também os chamados aparelhos Wallbox, que são carregadores de parede que completam a carga do carro em até 4h. E o modo mais demorado, por meio de uma tomada residencial de 120V a 220V, que demora até 20h para completar o carregamento.  

A quilometragem que o veículo elétrico pode fazer a cada recarga varia de carro para carro, dependendo da capacidade da bateria (kWh), mas em geral, uma recarga dura cerca de 200 km.

Ah! E pode ficar tranquilo, pois você não corre o risco de levar um choque nem queimar as baterias, mesmo na chuva ou enchente! O conjunto de baterias é selado e à prova de infiltrações e há um dispositivo de segurança que corta a corrente elétrica em caso de acidentes ou se o sistema perceber a entrada de água. 

Qual é a durabilidade do motor dos carros elétricos?

Bom, a resposta exata para essa pergunta ainda não é conhecida, mas muitos técnicos e pesquisadores já afirmam que a durabilidade do motor elétrico é muito maior do que dos motores a combustão. 

Isso acontece porque os motores de um carro elétrico não sofrem carbonização pela queima do combustível e não há muitos componentes que podem ser desgastados pelo atrito.

Teoricamente, uma das peças mais sujeitas a desgaste no motor dos carros elétricos é o magneto, que faz a conexão elétrica com o rotor. Porém essa pecinha é feita à base de neodímio – um imã muito, muito, muito forte e resistente – que demora cerca de 100 anos para perder 5% de sua capacidade. Ou seja, dura demais! 

Outros componentes que podem precisar de manutenção, como os rolamentos, já comuns nos motores a combustão, podem ser substituídos de forma muito rápida, fácil e barata.

Embora ainda seja uma novidade no Brasil, os carros elétricos já circulam há mais de uma década na Europa e a experiência comprova que os motores elétricos são superiores aos motores convencionais a combustão, que estamos acostumados. 

Afinal, carros elétricos terão isenção do IPVA?

A notícia não tão boa para os brasileiros é que atualmente, os carros elétricos não contam com muitos incentivos tributários para ganhar espaço no Brasil. Os veículos elétricos ainda são muito caros e apesar de vários modelos já estarem no Brasil, muitos outros ainda precisam ser importados. 

Está correndo um Projeto de Lei que visa isentar todos os modelos híbridos e elétricos do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), tanto nacionais quanto importados. Por enquanto, os elétricos pagam de 7% a 9% de IPI, enquanto os híbridos pagam de 7% a até 20%.

Quando falamos de documentação, os carros elétricos ainda precisam seguir os mesmos protocolos dos veículos tradicionais, então não se esqueça de manter os documentos do veículo em dia, viu? Se tiver dúvidas é só dar uma olhadinha aqui em como fazer o seu licenciamento 2021 

Já em relação ao IPVA, as decisões estão sendo tomadas por cada Estado, individualmente, e muitos têm estabelecido descontos ou isenções para o imposto como forma de estimular a tecnologia.

Em São Paulo, a Câmara Municipal aprovou um projeto de lei onde os veículos elétricos, híbridos e movidos a hidrogênio, terão desconto de 50% no IPVA. Sendo que, para ter esse desconto, o carro deve custar menos de R$ 150 mil. Vamos combinar aqui, é um valor alto, porém os carros elétricos no Brasil ainda estão acima dessa faixa de preço. 

A boa notícia para quem mora em SP é que essa lei é municipal, e as cidades de Sorocaba, Indaiatuba e São Bernardo do Campo têm total isenção do IPVA para este tipo de veículo.

Como comentei, cada Estado está lidando com a isenção do IPVA individualmente, sendo assim, olha só o que foi decidido até o momento:

  • Estados com isenção total do IPVA – Maranhão, Paraná, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte;
  • Estados com isenção parcial do IPVA – Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Ceará;
  • Estados com projetos em tramitação para isenção do IPVA  – Pará, Rondônia, Mato Grosso, Goiás, Espírito Santo e Bahia;
  • Estados que ainda não possuem nenhum plano de isenção do IPVA – Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Tocantins, Paraíba, Alagoas e Santa Catarina.

Mas pode ficar tranquilo, tá bom? Mesmo que você não compre um carro elétrico, ou more em uma cidade que não tenha isenção do IPVA, você pode contar com o Gringo para parcelar esse imposto e todos o outos débitos em até 12x!

Confira os carros elétricos que já chegaram no Brasil e preços

A curiosidade é grande, né?!! Já vou adiantando que apesar de serem vários modelos, os preços dos carros elétricos aqui no Brasil ainda é MUITO salgado!

Dá só uma olhada na lista de carros elétricos que já estão à venda no Brasil, com o preço aproximado de cada um:

  • JAC iEV20 – R$ 159.900
  • Renault Zoe – R$ 203.678 
  • Caoa Chery Arrizo 5e – R$ 159.990
  • JAC iEV40 – R$ 225.900
  • Nissan Leaf – R$ 259.900
  • BMW i3 – R$ 279.950
  • Chevrolet Bolt – R$ 274.000
  • Jaguar I-Pace –  R$ 452.200
  • Audi e-tron – R$ 529.990
  • Mercedes-Benz EQC – R$ 477,9 mil
  • Porsche Taycan – R$ 909.000
  • JAC iEV60 – R$ 259.900
  • JAC iEV330P – R$ 299.900

Sem contar os outros modelos, como da Tesla, que ainda não chegaram oficialmente ao Brasil, mas podem ser adquiridos por meio de importadoras. 

E aí, o que achou? Vai doer no bolso pagar ou acha que vale a pena? Se for investir em um carrão desses, é bom estar preparado! Confira aqui as novas regras da CNH e fique por dentro para não deixar que nada te impeça de curtir seu carro novo. 

Fabricação nacional? Sim, teremos veículos elétricos produzidos no Brasil!

A fábrica Movi Eletric, que fica no Paraná, começará a produzir seus primeiros veículos elétricos aqui no Brasil. Serão três modelos de minicarros, 100% elétricos, com capacidade para dois ocupantes e até 270 kg.

Esses carrinhos ainda serão equipados com motor de 4 kw de potência, corpo com película protetora UV e luzes em LED para auxiliar na economia de energia. Eles poderão ser carregados em tomadas convencionais de 110V ou 220V com um tempo estimado de 5 a 7 horas para carga total. 

Por enquanto, o foco da Movi Eletric será fornecer os carros para frotas corporativas e de órgãos públicos, mas a empresa já revelou que também contará com vendas para pessoa física, sem divulgar nenhum valor até o momento. 

E o mercado de caminhões elétricos no Brasil?

Sim, este também é um mercado que está em expansão! As fábricas de caminhões têm investido cada vez mais em modelos elétricos, e para o mercado brasileiro, ao contrário do que muitos possam imaginar, os clientes interessados já contam com boas opções na hora de escolher esse tipo de veículo.

A Volkswagen Caminhões, uma das primeiras fabricantes a lançar um caminhão elétrico, oferta o modelo e-Delivery em duas versões: 4×2 (11 toneladas) e 6×2 (14 toneladas).

A chinesa JAC Motors, com fábrica no Brasil, já possui o modelo totalmente elétrico iEV1200T na versão 4×2 (7,5 toneladas) com autonomia de até 200 km.

Outra marca que oferece caminhões elétricos no Brasil, desde 2015, é a chinesa BYD, com os modelos eT7 11.200 e o eT8 21.250. Só da BYD já são cerca de 42 caminhões elétricos rodando no Brasil.

É muito legal saber que há espaço para todos os mercados no Brasil e que grandes empresas como Ambev, Pepsico e DHL estão interessadas e apoiam a iniciativa de veículos menos poluentes. 

Veículos elétricos no resto do mundo

Segundo o levantamento da consultoria sueca EV-Volumes, mesmo durante a pandemia o mercado de veículos elétricos teve um grande aumento. Em 2020, o número de carros elétricos vendidos em todo o mundo chegou a 3,2 milhões de unidades, sendo 43% a mais que em 2019.

Segundo esse estudo, hoje a Europa supera a China na comercialização de automóveis elétricos, com cerca de 1,4 milhão de unidades e um crescimento de 137%.

Já na na China, também houve um crescimento no mercado, de 12%, com cerca de 1,3 milhão de emplacamentos.

E nos EUA, apesar de ser um crescimento pouco menor, de 4%, já foram vendidos 328 mil veículos elétricos, na grande maioria da Tesla. 

A estimativa é que para 2021 o crescimento na comercialização de carros elétricos supere 40%, ou seja, mais de 4,6 milhões de unidades eletrificadas emplacadas no mundo inteiro.

Gostou do artigo? Comenta aqui embaixo o que mais você gostaria de saber sobre os carros elétrico e não se esqueça de se inscreve no canal do gringo no youtube e seguir nossas redes sociais para não perder nenhum conteúdo! #chamaogringo 🚗

Este conteúdo faz parte da missão da Gringo, de simplificar a vida do motorista Brasileiro. Saiba mais sobre os nossos serviços e a nossa história.

Resumo:

Então vamos recapitular?

Os carros elétricos são uma alternativa mais sustentável em comparação a veículos movidos a combustíveis fósseis. Esses carros funcionam por meio de quatro componentes básicos sendo a bateria, inversor, motor de indução e sistema de recuperação de energia. Os carros elétricos ainda podem ser divididos em plug-in electric, plug-in hybrid e Hybrid electric.
A bateria dos carros elétricos é recarregável, feita de íon de lítio e composta de vários módulos. Esses módulos se balanceiam automaticamente caso uma das células não esteja funcionando corretamente. Além disso, o conjunto de baterias é selado e à prova de infiltrações.
A resposta exata ainda não é conhecida, mas muitos técnicos e pesquisadores já afirmam que a durabilidade do motor elétrico é muito maior do que dos motores a combustão, por não sofrerem carbonização e não possuírem muitos componentes que podem ser desgastados pelo atrito.
Em relação ao IPVA, as decisões estão sendo tomadas por cada Estado, individualmente. Em São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Ceará a cobrança será de até 50% no valor do imposto. Já o Maranhão, Paraná, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte dão 100% de isenção do IPVA para carros elétricos e híbridos.
A lista de carros elétricos no Brasil já conta com muitos modelos, entre eles se destacam as empresas JAC, Renault e Nissan, com preços a partir de R$159.000,00
A fábrica Movi Eletric, começará a produzir seus primeiros veículos elétricos aqui no Brasil. Serão três modelos de minicarros, 100% elétricos, a princípio fornecidos para frotas corporativas e de órgãos públicos.
O mercado de caminhões elétricos no Brasil está em expansão e marcas como Volkswagen, Jac Motors e BYD já possuem diversos modelos dos veículos, que estão sendo testados por grandes empresas como Ambev e Pepsico.

O que achou do artigo?

Assine para receber conteúdos semanais exclusivos do Gringo.

Ao assinar a newletter, eu declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo o uso das minhas informações pela Gringo.

Assine para
receber
conteúdos
exclusívos.

E-mail